PMA reforça fiscalização em Coxim e vídeo mostra que Policial atirou na perna de pescador para contê-lo e evitar dano maior


Campo Grande (MS) – Um vídeo da rádio onde o Comandante da Polícia Militar Ambiental de Coxim realizava uma entrevista sobre a piracema e o rio Taquari mostra que o tiro de contenção dado pelo Policial pode ter evitado a morte dele, ou do agressor.
Devido o pescador ser conhecido pela agressividade, com passagens pela Polícia por ameaça e tráfico de drogas, assim que ele entrou agredindo verbalmente ao Comandante, este sacou a arma para sua proteção e dos funcionários da rádio, pois não sabia nem se o elemento, que a todo momento dizia que iria dar um tiro nele, estaria armado.
Mesmo advertido para se afastar e se retirar, o pescador dirigia-se para cima do Policial, que deixava um braço esticado em sua proteção e da arma. De repente, o elemento fez que sairia da sala, porém, bruscamente dirigiu-se para cima do Comandante, que como única forma de contê-lo, efetuou o disparo. O próprio Comandante acionou o corpo de bombeiros para socorro do pescador e preservou o local até a chegada da perícia.
O Comando da PMA está mandando equipes de Campo Grande, São Gabriel do Oeste e Rio Negro para reforçar a fiscalização ambiental na região, embora, desde o início da piracema, equipe da sede já estivesse no município, em razão dos problemas de pesca predatória, muito comum na região. O Subcomandante da PMA está desde ontem em Coxim acompanhando o caso. Duas equipes do Batalhão de Choque também estão no local.
Além do inquérito Policial que corre na Polícia Civil, registrado inicialmente contra o pescador por injúria e ameaça, a Corregedoria da Polícia Militar também realiza todas as apurações de responsabilidades nesses casos.
ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA POLÍCIA MILITAR AMBIENTAL – PMMS – (Contato – TENENTE CORONEL QUEIROZ) tel. – 3357-1500– 99905-7763 (vivo – Whats App)
99106-8628 (claro – Whats App) – 98171-4270 (TIM)