Polícia Militar de Mato Grosso do Sul promove campanha de doação sanguínea

Campo Grande, MS — A Polícia Militar do estado de Mato Grosso do Sul comemora o “junho vermelho” angariando doadores policiais militares voluntários aptos para doação.

O pedido de doadores foi replicado na capital, com a sugestão de que  os voluntários que pudessem doar no dia de hoje viessem fardados, como forma de reforçar o compromisso de toda a Polícia Militar com a sociedade: salvar e preservar vidas.

Técnica de enfermagem Sara e Sargento PM João Vicente

O Comandante-Geral da PMMS, coronel PM Waldir Ribeiro Acosta elogiou o gesto dos policiais,  ressaltando que quando foram solicitados voluntários para a campanha espontânea de doação,  vários decidiram participar e inúmeros outros policiais militares informaram que já são doadores regulares e haviam realizado sua doação sanguínea nos últimos 3 meses. Ele também reafirmou que este tipo de ação humanitária faz parte da política do atual comando.

Aluna-cabo PM Fabiana

Policiais militares atendem com frequência pedidos de doação sanguínea, nem sempre fardados, mas hoje tinham como missão evidenciar o incentivo à doação que continuará  durante todo o mês de junho.

Tenente-coronel PM Macedo, chefe da 3ª seção do Estado-Maior-Geral
Cabo PM Simão

Consulte mais informações sobre doação de sangue, doação por aférese, e doação de medula óssea,  na página do Hemosul, ou pelo telefone 67-3312-1540.  Doações na capital podem ser realizadas no próprio Hemosul,  Avenida Fernando Correa da Costa, nº 1304, Centro. Em outras cidades procure o hospital ou posto de saúde mais próximo para saber como se tornar um doador. A Assessoria de Comunicação da Polícia Militar ressalta que doar sangue não é apenas um ato de solidariedade, e sim, um ato de vida e exercício de cidadania. Confira abaixo a galeria de imagens:

Galeria de imagens: